Quero falar de um assunto que sempre me preocupou muito: Acne. E hoje vou publicar uma foto que há muito estava guardada a sete chaves e eu só mostrava para os meus clientes adolescentes para eles se sentirem melhor. Aí vai!

Essa é a foto da minha pessoa com a cara possuída pela  Propionibacterium acnes! Coragem! Queima Jesus! 

Acne

Acne

 

Minha relação com a acne começou desde cedo, com 14 anos, e me seguiu durante toda a adolescência e minha fase adulta. Hoje, com 31 anos, minha pele está bem controlada, mas é só chegar perto da TPM ou ter um estresse que aparece uma espinha (quando não são 30 espinhas) inflamada no meu rosto. Mas por quê? O que acontece para essa infeliz não largar a gente?  Antes de sair procurando todos os cremes disponíveis na farmácia, primeiro precisamos entender o que é a acne e por que ela se manifesta.

A acne é uma doença genética e hormonal e pode ser classificada em graus:

Grau I: apenas comedões (cravos) abertos e fechados;

Grau I

Grau I

Grau II: cravos e espinhas;

Grau II

Grau II

Grau III: cravos, espinhas e cistos

Grau III

Grau III

Grau IV: cravos, espinhas cistos e tem aspecto desfigurante.  Esse tipo de acne também é conhecido como conglobata.

Grau IV

Grau IV

Grau V: lesões graves e ulcerosas que deixam grandes cicatrizes e que acompanha febre e mal estar no corpo. É uma forma rara e geralmente acomete mais o sexo masculino.

Grau V

Grau V

Quando os hormônios começam a ser produzidos na puberdade, há um aumento na produção do sebo. Com esse aumento o poro se obstrui e as bactérias que estão presente na pele fazem a festa. Embora geralmente a acne comece na adolescência, em muitos casos ela pode se manifestar na fase adulta e pode estar associada a ovários policísticos, alimentação e ao estresse.

Existem muitos estudos sobre a acne e cada vez descobre que não há um causador absoluto para a acne: ela pode ter fundo emocional, alimentar, hormonal, ter relação com as noites de sono e etc. Por isso não existe uma solução milagrosa e imediata para a acne. É de extrema importância procurar cuidados de um profissional assim que ela se manifesta, pois além de a acne causar desconforto e um mal estar emocional, ela também pode deixar sequelas irreversíveis, como cicatrizes hipotróficas e manchas na pele.

Eu adoro tratar peles com acne, não sei se é por que me identifico com a história da pessoa que está passando por esse momento, mas eu fico muito feliz em ver a pele da pessoa se recuperando e ficando cada vez mais distante das cicatrizes e manchas. Eu costumo fazer um tratamento muito exclusivo para cada pessoa, pois cada um tem uma história diferente e um causador de acne distinto. Por isso antes de sair enfiando um monte de coisa pra pessoa usar eu procuro saber o que está provocando.

Não é fácil descobrir, tive uma cliente que tratei com uma acne extremamente persistente, nada do que a gente fazia reduzia a acne dela. Ela me deu um voto de confiança por que ela já tinha passado na mão de todos os profissionais possíveis, já havia tomado Roacutan e nada tinha feito a pele dela melhorar. Conforme fui tratando a pele dela com limpeza de pele regular, aplicação de drenagens linfáticas faciais associada a  máscaras cicatrizantes e antiinflamatórias e cuidados em casa com produtos específicos,  descobri que ela era intolerante à lactose e para substituir o leite de vaca ela ingeria uma quantidade grande de leite de soja todos os dias.

O leite de soja pode provocar alergia em algumas pessoas,  o que pode se manifestar na pele como acne. E a soja também é usada como um repositor hormonal natural por sintetizar a isoflavona, que é um fitoestrogênio que tem a estrutura química igual a do estrogênio, o hormônio produzido pelos ovários femininos. Pedi para ela reduzir a quantidade de soja para podermos observar e bingo! A pele dela se transformou!

Não tem como afirmar se a soja pode provocar acne, existem estudos que dizem que ela melhora a acne, outros que dizem que ela piora. Enfim, é uma bagunça. No caso dessa minha cliente fizemos os testes e vimos que para ela  a soja piorava sua acne, seja pela alergia ou seja por outra coisa, assim que ela reduziu o consumo da substância, teve uma melhora muito importante em sua pele..

O que eu quero dizer com essa historinha é que cada pessoa pode ter uma causa diferente, assim como algumas é o chocolate, outras é o leite de vaca, outras é o estresse e etc., por isso é importante procurar um profissional qualificado que te acompanhe para descobrir o que está te piorando a pele.

Outra coisa muito importante para peles acneicas é ter um cuidado diário religioso com produtos específicos. Usar um sabonete específico, um hidratante sem óleo, filtro solar e um cicatrizante. Eu gosto de sabonetes líquidos a base de ácido salicílico que ajuda a dar uma leve secadinha nos pontos, os hidratantes também são importantes por que equilibram a oleosidade da pele. Os secativos que eu gosto sempre tem melaleuca na sua composição, que é um ativo altamente antiinflamatório, cicatrizante e bactericida. Também gosto de associar aos cuidados, dependendo da pele, produtos com vitamina C, pois ela é antioxidante e ajuda na produção de colágeno, o que é bem vinda para deixar a pele mais elástica a fim de evitar as cicatrizes.

Meu maior conselho para as pessoas que tem a pele acneica é paciência. A acne exige cuidado de longo prazo portanto a paciência é fundamental. Outra coisa importante é não cutuque a pele de jeito nenhum, toda vez que a lesão é cutucada espalha as bactérias e a pele fica pior. E por fim, procure uma estecista qualificada nos casos de acnes até grau III e para as acnes de grau IV adiante é necessário procurar um médico para ele avaliar quais medicamentos pode ser administrados.

Hoje minhas pele está assim!! Uhuuu! E viva a Estética e a Cosmetologia!!

Fernanda Pereira

Fernanda Pereira

Colunista Fernanda Pereira

Tema: Acne

Site http://fernandapereira.com.br/2014/12/acne/

Pin It on Pinterest

Share This