Microagulhamento em Sinergia com a Cosmetologia

microagulhamento

Da Cidade Ademar para o mundo, recado foi dado e olha só que legal. A Maria Chegou fez um curso esses dias e postou, que estava fazendo esse curso maravilhoso e agora ela está bombando com seus protocolos incríveis que todo mundo ama, que todo mundo quer. E ela está sempre junto com quem? Com a Dra. Sheila que está aqui do meu lado. Como vai? Esse ano você não veio ainda.

S: Ainda não.

C: Todo ano tem que vir.

S: Esse já é ponto marcado.

C: Dra Sheila é recordista, todo mundo pede pela Dra. Sheila.

S: Que bom.

C: Eu fiz uma enquete e perguntei: quem você gostaria que estivesse no programa? E a maioria respondeu: Dra. Sheila. E logo mais a Mariana estará aqui com a gente.

S: Sim para fazer o protocolo.

C: Antes de entrar no assunto de microagulhamento e cosmetologia, eu queria fazer uma pergunta, teve um curso de cosmetologia na Medicatriz?

S: Sim, teve. Foi um sucesso. Foi muito interessante. Como é que a gente bolou esse curso? Eu já dei esse curso há muitos anos e muita gente me pedia. Eu tive que dar uma reformulada, uma readaptada, porque eu o dava em 20 horas. E o que foi legal? A gente pegou todas as dúvidas do SAC da Medicatriz e transformamos em um curso. Por quê? Porque eram dúvidas em relação à alergia, a compatibilidades de base, os ativos cosmetológicos, então foi um curso muito interessante para mim, porque eu sempre falo que somos todos aprendizes. Quem prepara ganha mais de quem recebe. Eu pude rever vários conceitos, fizemos várias dinâmicas, houve um entendimento de permeação cutânea, foi bem legal.

 

C: Hoje o programa é de microagulhamento, vai ter algum curso sobre isso?

S: Também teremos o curso de microagulhamento, eu e a Mariana estamos estudando forte essa técnica, que está sendo bastante utilizada na estética, mas com foco em cosmetologia. O curso será no dia 12 ou 20 de Setembro para falar sobre a técnica e da cosmetologia, porque eu percebi que muitas pessoas têm dúvida da cosmetologia, o que usar, como usar, que horas usar, o que pode usar. Então estamos estudando, eu na minha parte como farmacêutica tenho estudado muito e queremos compartilhar essas informações com as pessoas que quiserem.

C: E no segundo bloco teremos a demonstração.

S: Sim, a aplicação prática do resultado desse estudo.

C: Isso é um lançamento em primeira mão no programa Estética na TV.

S: Isso vai ser lançado na Beauty Fair, se alguém quiser comprar, só na Beauty Fair.

C: Muito bom, obrigado pela confiança, vir lançar aqui em primeira mão no programa. E vamos falar, aqui é um kit.

S: Na realidade são dois produtos, apesar deles terem foco bastante grande em microagulhamento, eles podem ser usados em vários tipos de tratamentos. Só que no caso do desenvolvimento da pesquisa que nós fizemos, eles são para complementar o tratamento, principalmente, do microagulhamento. No caso especificamente dessa máscara, porque é uma necessidade no mercado ter uma máscara, você pode usar agentes cremosos, não pode passar filtro solar. Eu gosto muito, vou até parafrasear a professora Maria Negrão, eu adoro esse link que ela faz. Quando você faz um microagulhamento é como se você estivesse furando um bolo de cenoura, quando você fura o bolo, aquele chocolate gostoso penetra dentro do bolo. É muito mais gostoso comer um bolo de cenoura quando você o fura com garfo do que não. Então o que acontece, a gente tem que tomar muito cuidado com os princípios ativos e com os produtos que a gente vai colocar sobre a pele que está sendo micro agulhada. Essa foi uma característica muito importante dessa máscara, que é um biogel. A bioidentidade com a nossa pele e o gel, a aplicação em gel é a mais apropriada para a pós-microagulhamento e é bem cheirosa.

C: Agora vamos convidar o pessoal para ir à Beauty Fair para conhecer. Inclusive a equipe do Estética na TV estará lá.

S: Cris, posso fazer uma experiência? Aplicar um pouco para você sentir a textura.

C: Claro. Dizem que não podia máscara com microagulhamento.

S: Então, não pode máscara cremosa, emulsiva. Esse é um biogel, mais do que um gel, porque ele é compatível com a pele humana. Tem uma composição muito parecida com a pele humana. Veja a textura que fica na pele, fica muito gostosa, suave e um detalhe importante, não tem ação calmante, inflamatória, porque isso você compete com o microagulhamento. A gente precisa poder se cuidar.

C: Porque a intenção do microagulhamento é causar inflamação?

S: Inflamação.

C: E você entra com um produto para desinflamar, então não adianta nada.

S: Você estará trabalhando com um biogel e os princípios ativos que a gente escolheu. Dessa vez é o Nano Resveratrol, que é um princípio ativo que eu veio estudando faz uns dois anos da parte de suplemento, o suplemento alimentar já é muito usado, vários estudos comprovam a sua eficiência no organismo como um todo e baseado nesses estudos, nós resolvemos lançar a associação do nano Resveratrol com o microagulhamento.

C: E o que é o Resveratrol?

S: É um fito ativo natural que está dentro de algumas plantas, principalmente nas uvas e especificamente na uva vermelha. E o que é interessante no resveratrol. Porque eu me interessei? Por três coisas.

A primeira, eu lendo sobre ele, descobri o paradoxo francês. Ele é um ativo muito importante na nutracêutica, eu fui entender porque ele é tão importante e eu descobri o paradoxo francês. O que é isso? Você tem uma culinária francesa cheia de gorduras saturadas e poucas pessoas desenvolvem problemas cardíacos, isso é uma hipótese. Os estudiosos foram verificar na prática essa hipótese e eles perceberam que essas pessoas tinham poucos problemas cardíacos, porque tomavam muito vinho. Eles foram pesquisar o que o vinho tinha e descobriram a molécula de resveratrol.

C: Então a partir de hoje a gente pode tomar vinho a vontade que não vai ter problema de coração?

S: É.

C: Não vai ficar bêbado.

S: É tem que tomar moderadamente. Outra coisa interessante, tanto na região do Mediterrâneo, que é a região onde toma-se muito vinho, França, como aqui no Brasil na região de Caxias do Sul, a longevidade é muito grande, porque o resveratrol é a super molécula da juventude ou da longevidade, ele comprovadamente aumenta a longevidade celular. A Universidade Harvard também se interessou nisso, fez um estudo em moscas, vermes e percebeu que ela aumenta essa longevidade celular, pois ele repara o DNA, interferindo no processo de morte celular. E assim, tem o paradoxo francês, esse estudo de Harvard e fui tentar entender porque essa planta produz resveratrol. Para se proteger contra o stress que ela sofre.

C: Sol, chuva.

S: Tudo que ela passa, ela produz o resveratrol para se proteger. A performance desse ativo com relação a condição de pele é muito interessante. Esse protocolo, esse procedimento que a gente criou, a Mariana até adotou o nome de tratamento de congelar a pele, quer dizer, quer deixar a pele muito mais bonita por mais tempo, resveratrol.

C: Por isso ela terá 40 anos e parecer que tem 25.

S: Além de usar os produtos da Medicatriz.

C: A senhora continua usando aqueles 40?

S: 24.

C: Todos os dias.

S: Todos os dias.

C: Agora, incluiu esse?

S: Exatamente, agora tenho mais esse. Agora são 25.

C: Além do resultado do resveratrol, que ficou bem explicado. Tem mais outro ativo ou só ele?

S: Normalmente a gente faz uma sinergia principalmente de três ativos.  No elixir a gente tem o nano resveratrol, o silício orgânico, que é um mineral fisioestruturante e temos os oligoelementos. A gente está usando um princípio chamado biomineral 5, são 5 oligoelementos importantes para a pele, vou falar de todos, mas eu queria destacar o zinco, que também é um antioxidante potente. Agora a máscara a gente faz uma associação do nano resveratrol da romã que é antioxidante e da lantoni, que é regeneradora.

C: E eu posso usar isso como um homecare? Ou só com o microagulhamento?

S: Essa máscara especificamente a gente indica mais em cabine.

C: Mas pode usar sem o microagulhamento?

S: Pode. Inclusive tem indicação no pós-barba, na barba terapia.

C: O barbeiro pode comprar também?

S: Não só os barbeiros, agora tem as barbeiras também.  E um tratamento que a pessoa precisa do resveratrol, pode usar a máscara e não necessariamente o microagulhamento. Ela pode intercalar com outros tratamentos que necessitem do resveratrol.

C: Agora existe o elixir. Você gosta de usar o elixir?

S: Pois é. É uma criação da Medicatriz, uma transversalidade com a área de farmácia.

C: O elixir é usado como? A gente vai ver no segundo bloco?

S: Ele é usado nesse protocolo especificamente com microagulhamento, mas ele pode ser usado não só no microagulhamento, mas também na ionização, na micro ocorrência.

C: Tem resveratrol também?

S: Tem resveratrol, silício orgânico e os oligoelementos.

C: E quais são os benefícios para a pele sem usar o microagulhamento?

S: Os benefícios são os oxidantes potentes. O silício orgânico melhora toda a estrutura da pele e os oligoelementos tem ação antioxidante, antifadiga, tem zinco, magnésio, manganês, tem vários oligoelementos. O que é importante também? O nano resveratrol sozinho não tem a mesma eficiência do que uma composição, é um suplemento tópico onde a gente está repondo não só o resveratrol como também os oligoelementos importantes para a pele.

C: Que maravilha.

S: E falando de cosmetologia, ficou uma dúvida grande lá no curso, o mineral dos oligoelementos penetram na pele? Isso é uma dúvida. Você acha que eles penetram ou não?

C: Não entendo muito de cosmetologia, não é muito a minha praia, entendo um pouco de marketing, de divulgação.

S: Pelo seu feeling, o que você pensaria?

C: Eu acho que sim.

S: Pois bem, se eles estiverem na forma natural deles não, porque eles são ionizados, eles não penetram, eles têm carga elétrica. Agora se eles estiverem ligados a uma substância, o nosso é ligado a um aminoácido, ele permeia a pele.

C: Por isso tem que ter conhecimento.

S: Exatamente. Eu falei muito isso no curso de cosmetologia. A pessoa quando vê o produto, ela fala: misturou isso e isso. Não, tem que estar em base cosmético, por isso que a gente pensou em biogel. Que tipo de base? A primeira coisa que a gente desenvolve em um cosmético é isso, que tipo de base nós vamos escolher. Se é compatível com a pele, se é compatível com o tratamento que nós vamos fazer. Nesse caso a base era superimportante, bases emulsivas não são compatíveis com o tratamento, então escolhemos o gel. O que gel faz? Esse gel? A gente usou uma biocelulose, porque a celulose é compatível com a pele humana também, quando você aplica dá um sensorial bom.

C: Que legal. E você que está assistindo, vai ter protocolo no segundo bloco, continue nos assistindo. E se tem uma pessoa que entende de cosmetologia é a Dra. Sheila, então vamos aprender cosmetologia com a doutora e eu queria saber se tem contraindicação ou se pode ser aplicado em qualquer pessoa.

S: Olha a contraindicação é a condição da pele, não pode aplicar em todo mundo e sim naquela pessoa que precisa. Condição de pele é uma coisa muito importante na avaliação, porque o profissional tem que ter um olho clínico para identificar o que a pele precisa. Em que condição de pele a gente pode aplicar esse protocolo? A gente aplica esse protocolo em uma condição de pele onde eu precise de uma manutenção, por exemplo, um fumante porque ele tem essa ação antistress que vem da planta. Em uma condição de pele que essa pessoa precisa desse congelamento, esse tratamento não tem plano de idade, eu não gosto de classificar por idade, mas ele não tem idade, você pode começar. Inclusive semana passada eu li um estudo que a pele começa a se deteriorar aos 20 anos, Coco Chanel já falava isso “aos 20 anos você tem a pele que tem, aos 50, a pele que você merece”. Porque se você não cuidar e parece que ela linkou, ela falou exatamente aos 20 anos. E esse estudo comprovou que você já começa a ter as alterações. Por quê? Porque existia um mito que era aos 40 anos, só que hoje com as condições que a gente tem na pele, com a condição de vida emocional que nós temos, o stress que você vive foi encurtando o tempo, então aos 20 anos a gente já começa a ter problemas com a pele. Com esse tipo de tratamento a pessoa pode congelar bem jovem.

C: Que legal.  E pode ser aplicado em qualquer fototipo?

S: O tratamento com resveratrol em qualquer fototipo. O microagulhamento a gente tem que estudar um pouco mais o fototipo, porque pode ser que a pele negra reaja. Esse tratamento pode ser usado em qualquer tipo de pele, a partir dos 20 anos só com o microagulhamento a gente tem os cuidados, contraindicações da própria pele.

C: E quem for do programa Estética na TV na Beauty Fair, o que vai ter de beneficio?

S: Pode receber o tratamento.

C: Vai ter riquezas do Brasil também?

S: Riquezas do Brasil sempre tem são máscaras muito glamorosas, mas esse tratamento teremos aplicação, o pessoal poderá sentir o resultado na pele e a gente estará fazendo uma parceira com a Dermo Erase na Beauty Fair, então quem for na Beauty Fair e falar que assistiu ao programa Estética na TV vai preencher um cadastro e vai concorrer a um kit desse tratamento da nano resveratrol.

C: Olha que legal. Muito bom, então vai lá e fala que viu o programa Estética na TV e quer concorrer ao kit maravilhoso, porque quer atuar com microagulhamento e ele está muito em alta.

S: Eu fiz e adorei.

C: E o resultado?

S: Foi excelente. Eu fiz em um dia e depois minha mãe falou: o que você fez na sua pele? Porque realmente melhorou bastante. Eu veio fazendo uma sequência de tratamentos, fiz radiofrequência, usamos o aparelho da Ibramed, ficou muito legal na pele. E depois a gente aplicou o microagulhamento para dar um suporte, porque tem que se cuidar, não é? Esse ano eu fiz 50 anos.

C: Não acredito.

S: Mas eu tenho uma coisa muito boa para falar, eu fiz um teste de condição da minha pele e a idade biológica da minha pele é de 35 anos. Por quê? Porque eu estou sempre fazendo tratamento. Por isso tratamento estético vale a pena.

C: Esse tratamento pode ser feito todas as semanas ou qual periodicidade?

S: Se for só o tratamento com resveratrol, pode ser feito de uma a duas vezes por semana. O microagulhamento não, ele tem um período de 20 a 30 dias, porque você precisa que aquele colágeno, porque o microagulhamento é indução percutânea de colágeno, para  poder ativar toda a condição da pele e para ela poder se reestruturar, leva-se em torno de 20 a 30 dias.

C: E lembrando que ao comprar o microagulhamento, veja se o roller tem registro no Ministério da Saúde.

S: E você tocou em um ponto muito importante, porque é um por aplicação. Por isso não são aplicações variadas, é um por aplicação.

C: E também tem muita gente que eu vejo falar que usa sem registro, que usa mais de um. Mas veja se tem sucesso profissional?

S: Não tem.

C: Então vá usar em outro país ou não trabalhe com essa técnica.

S: Nem fora do país, a gente segue a legislação do FDA dos EUA e a Colipa que é órgão que cuida da Europa. O Brasil tem uma legislação, inclusive eu falei no meu curso de Cosmetologia que eu falo um pouco de legislação, muito atualizada. E quando a pessoa compra um cosmético que não é registrado, ou o microagulhamento que não tem registro, ela corre um risco muito grande.

C: Um risco que não vale a pena.

S: Não vale a pena. É desnecessário, não tem dinheiro que pague o risco que ela corre quando tem esse tipo de atitude.

C: Está certo. Vamos para o intervalo e voltamos direto com o protocolo para mostrar o resultado como funciona. E enquanto isso vou usar os produtos.

S: Experimenta o elixir. O elixir é altamente concentrado, é uma alta concentração de princípios ativos, a pele absorve mais rápido e é mais econômico, você usa menos. Isso é uma tendência da cosmetologia.

C: Então vamos para o intervalo e já voltamos, fica ai, porque no segundo bloco a gente vai acompanhar o protocolo com esse kit que você pode até ganhar um, se você falar que viu no programa Estética na TV. Teve a nossa amiga que ganhou Riquezas do Brasil.

S: Eu não retorno mais, quem retorna é a Mariana, então gostaria de agradecer muito. No protocolo é mais a Mariana, queria agradecer sempre o convite de estar aqui, eu adoro estar aqui, eu sempre aprendo com as perguntas das pessoas, eu quero agradecer mesmo a oportunidade de sempre estar aqui.

C: Legal. Obrigado. A sua presença nos engradece muito, o público adora e me sinto muito lisonjeado.

S: Que bom, muito obrigada.

C: Vamos para o intervalo rapidinho e já voltamos com o protocolo e com a Mariana para te apresentar esse protocolo incrível que você vai amar.

Passo a passo do protocolo

M: Então chegou a hora de conhecer esse protocolo que associa nano resveratrol, que é o ativo do momento com microagulhamento. Claro, não é só esse ativo que será utilizado, mas outros que serão aplicados aqui nessa pele para promoção desse rejuvenescimento. Para iniciar, qual é o primeiro passo? Nós vamos higienizar essa pele com sabonete de ácido glicólico. O segundo passo vai ser a antissepsia antes de microagulhar. Primeiro a higienização com o sabonete para remoção das impurezas e até mesmo aquele excesso de maquiagem que fica na pele e depois vamos passar uma loção antisséptica.

Primeiro vamos utilizar o sabonete de ácido glicólico na pele seca realizando movimentos circulares, não há necessidade de fazer uma pausa na aplicação, depois a remoção com algodão umedecido em água. Nesse momento eu poderia utilizar outros higienizantes como a Puritac da linha Academic, da linha Universal, poderia utilizar também o sabonete de alteia, vai de acordo com a intenção do tratamento e para qual finalidade eu quero utilizar esse microagulhamento. Aqui no caso foi escolhido esse modelo de higienizante, mas pode ser substituído também. Depois do processo de higienização com o sabonete glicólico, eu umedeci meus algodões com uma loção antisséptica, a Sept Plus, que tem sálvia, melaleuca, uma loção que vai fazer a antissepsia dessa pele antes da aplicação do microagulhamento. Essa loção é essencial, pois eu preciso ter uma pele bem limpa e livre de qualquer meio que possa contaminar, claro que a gente usa sabonete, mas esse antisséptico tem uma outra função de garantir que essa pele esteja livre de todas impurezas antes do procedimento. Aqui nesse algodão eu tenho a loção antisséptica, eu vou aplicar em toda área que eu vou tratar. Se fosse em uma área como a perna, o abdômen, se eu fosse tratar as estrias, por exemplo, com o microagulhamento também é a mesma loção. Esse loção é utilizada para fazer a antissepsia do corpo todo.

Bom e agora finalmente é a hora de começar o protocolo mesmo de microagulhar. Nós vamos usar o roller da Derma Erase que me acompanha nos testes e em todos os protocolos que a gente desenvolve, foi ele que foi utilizado quando desenvolvemos a tecnologia micromed, todos os elixires para microagulhamento que a Medicatriz tem, nesse caso eu vou utilizar o roller de 0.5 nessa pele, associar ao elixir nano resveratrol e depois uma máscara, que eu vou explicar depois para vocês. Claro que a gente já falou dos ativos dela, mas vocês vão ver o resultado na pele, qual é o efeito que esse produto faz após o microagulhamento.

Nesse momento eu vou microagulhar e inserir o elixir, então a cada aplicação, horizontal, vertical, diagonal direito e esquerdo, a cada quadrante que eu utilizar, eu vou gotejando uma gota do elixir de resveratrol, eu vou fazer isso em todo o rosto. Percebam que durante a aplicação não há necessidade de pressionar o roller e também promover o sangramento em excesso. Quais ativos estão sendo trabalhados? Nano resveratrol, silício orgânico, o biomineral 5, que é rico em minerais, que tem a mesma quantidade de minerais presentes no próprio plasma. Então não há uma necessidade em promover esse sangramento durante a nossa aplicação.

No final vamos aplicar uma máscara especifica para microagulhamento, lembrando que eu não posso de forma alguma incluir uma base que seja mais emulsionada, um creme mais pesado, essa base dessa máscara é de biogel, específica para usar no pós-microagulhamento. De que forma ela deve ser aplicada? Eu aplico na pele e como ele tem essa biocompatibilidade, eu não tenho nenhum risco de entupimento.

Lembrando que sobre essa máscara não se pode passar filtro solar, então o cliente vai pra casa e também vamos pedir que ele não se exponha ao sol depois desse tratamento. Não sei se vocês notaram, mas essa textura é bem aquosa, ela não tem uma característica de máscara mais pesada. Qual é a intenção dessa aplicação? É exatamente a proteção do ativo que foi aplicado, eu poderia entrar com essa máscara em outras associações, é claro que sim, logo depois microagulhar com vitamina C, microagulhar com hialurônico, poderia entrar com esse plus dessa máscara específica no microagulhamento em qualquer uma das minhas associações tecnologia micromed. Espero que vocês tenham gostado e para quem quiser maiores informações  a gente vai deixar o contato depois do programa.

 

 

Pin It on Pinterest

Share This