Redução de Gordura Localizada com Eletrolipólise

Redução de Gordura Localizad

C: Samira Santos, muito bem vinda ao programa Estética na TV.

S: Muito obrigada, estou muito feliz de estar aqui, me sinto bem honrada, obrigada.

C: Nós que estamos honrados, pois hoje teremos uma aula com demonstração prática.

S: Vamos ter sim.

C: E a Samira é minha aluna de Como Atrair Clientes na Estética. Como está o andamento, você sumiu, o que aconteceu?

S: A minha vida mudou 180 graus, graças a Deus eu não tive a oportunidade de terminar o curso, mas acrescentou muito. Eu aprendi a mexer no Facebook, eu aprendi a impulsionar, eu aprendi a fazer post, tudo que eu não sabia fazer, eu aprendi. Obrigada.

C: Os impulsionamentos deram resultado?

S: Com certeza. É que agora o meu tempo para atendimento está reduzido, agora estou atuando na docência, que eu sempre quis, mas me ajudou muito, me trouxe bastantes clientes.

C: Está sem tempo?

S: Estou sem tempo.

C: Isso é bom. Conta um pouco da sua trajetória profissional para conhecermos a Samira.

S: Para quem não me conhece, sou fisioterapeuta, dermatofuncional e já atuo há 12 anos nessa carreira que eu amo, amo o que eu faço, acho que não devemos pensar somente no retorno financeiro, temos que gostar daquilo que a gente faz e o dinheiro é uma consequência. Eu comecei atendendo homecare, depois fiquei no meu espaço que eu tenho até hoje, faço atendimentos desde facial até o corporal, como estava falando com o Cristiano, eu me considero uma profissional eclética, pois eu atendo tudo, mas sempre foco mais para uma área, e eu tenho uma grande queda pela eletroterapia e os invasivos que eu vou falar hoje.

C: Que joia. Vamos dar um oi para o pessoal?

S: Com certeza.

C: (mencionou o nome de várias pessoas que estavam participando do programa).

Pode fazer as perguntas que eu vou fazer para a Samira. Samira, primeira coisa que eu vou perguntar para você, uma pergunta tradicional, o que é a eletrolipólise?

S: Quando falamos desse procedimento, estamos falando de um procedimento onde o objetivo principal é a diminuição da gordura localizada e celulite. Nesse procedimento nós utilizamos uma corrente de baixa frequência e baixa densidade. Através da eletricidade dessa corrente, nós teremos alterações fisiológicas no aparelho do adiposto induzindo a lipólise. Temos duas formas de trabalhar a eletrolipólise: a forma não invasiva, que seria com eletrodos de silicone e a forma invasiva. A forma invasiva é a que eu vou falar hoje, que são com as agulhas. As agulhas funcionam como um eletrodo subdermicamente e há estudos com comprovação cientifica e os resultados de uma eletrolipólise invasiva são muito maiores do que uma eletrolipólise não invasiva. Eu particularmente faço e tenho bastante resultado, associo com outros protocolos, que é bem interessante a gente mudar os protocolos, porque  a partir do momento que a gente dá o mesmo estímulo, o corpo vai acostumar e vai criar anticorpos para aquele estimulo que estamos dando.

Na eletrolipólise nós podemos trabalhar com várias correntes, desde a corrente tens, galvânica, aussie. Ela vai trabalhar com estímulos mandando estímulo para o sistema nervoso simpático, ou seja, eu tenho uma melhora na ação da lipólise.

C: Que maravilha. Quando eu vendia produtos de estética, era pouco a procura, mas tinham pessoas que queriam eletrolipólise, porque sabiam que davam grande resultado.

S: Eu acho que a eletrolipólise é pouco divulgada e ela dá resultados excelentes como eu falei. Você pode intercalar esses tratamentos, eu vejo que os profissionais têm medo de utiliza-la. A partir do momento que você quer utilizar um tratamento invasivo, primeiro você tem que ter essa confiança para depois passar essa confiança e não é qualquer cliente que vamos fazer um procedimento invasivo, é o cliente que tem menos sensibilidade. Não estou dizendo que é um procedimento doloroso, porque o máximo que a cliente vai sentir é um formigamento, um aquecimento leve no local, mas tem clientes que tem aversão à agulha, então já é uma contraindicação para utilizar esse procedimento. É um procedimento que é barato e que traz muito resultado. Vamos deixar esse medo de lado e utilizar eletrolipólise, que vocês vão amar.

C: Não usa cosmético, só o equipamento?

S: É o equipamento em si a partir de 40 a 60 minutos é um tratamento de eletrolipólise.

C: Quais tipos de tratamentos?

S: Nós temos vários tipos de corrente, podemos utilizar tens, aussie e a galvânica. Geralmente utilizamos mais a corrente aussie, porque temos alguns estudos que a corrente galvânica tem uma maior probabilidade de oxidar essas agulhas e as clientes relatam um pouco de incomodo.

C: Então tem duas formas: invasiva e não invasiva. Quem pode fazer o invasivo e quem pode fazer só o não invasivo?

S: É o seguinte, quando falamos de procedimento invasivo, falamos em profissionais fisioterapeutas ou biomédicos que podem atuar. O não invasivo, todos podem utilizar. Agora para a esteticista trabalhar com eletrolipólise, ela tem que ter um respaldo na clínica, um médico ou fisioterapeuta para responder por ele.

C: Se ele tiver um profissional que responda por ele, pode utilizar o método não invasivo.

S: Pode utilizar tranquilamente.

C: OK. Ele é muito eficaz para gordura localizada?

S: E celulite também.

C: Celulite também?

S: Sim. É que é bem legal a gente deixar bem claro, que a eletrolipólise não pode ser trabalhada sozinha, vamos pensar assim. Quando eu quero diminuição de gordura localizada, eu tenho que associar a outro tipo de tratamento. Por exemplo, o que é a lipólise? Vamos pensar que eu tenho o adiposto, dentro do adiposto eu tenho uma molécula de triglicerídeo. A lipólise quebra essa molécula transformando em três moléculas de ácido graxo e uma molécula de glicerol. O ácido graxo vai para o músculo como fonte de reserva de energia e o glicerol vai para o fígado. Só que depois que eu induzir essa lipólise eu tenho que ver uma forma de incentivar, ou na clínica ou em uma atividade física após o atendimento, para a cliente gastar essa energia que está acumulada. Senão eu vou metabolizar e absorver essa gordura localizada. Quando eu falo de diminuição de celulite eu posso associar a drenagem linfática. Por quê? Porque eu vou aumentar os capilares linfáticos permitindo que eu absorva mais linfa, que eu filtre mais linfa, que eu elimine mais toxinas e retenha menos líquido. Eu trabalho para os dois, gosto tanto do resultado para gordura localizada como para celulite.

C: Tem uma pergunta, pode se fazer em pessoas magras?

S: Sim, pode ser utilizada em pequenas gorduras. Porque a pequena gordura, não é a gordura mais fácil de ser eliminada, pelo contrário, é a mais difícil. As pequenas gorduras são geneticamente modificadas, ou seja, elas vêm de uma herança familiar, é uma gordura mais resistente à dieta e mais resistente a atividade física. Se eu não entrar com um tratamento estético, eu posso fazer dieta, mas nunca vou perder a localizada.

C: Agora quero saber se o pessoal do WhatsApp está fazendo o que tem que ser feito para participar do sorteio do Riquezas do Brasil. São três máscaras maravilhosas e um creme de massagem da Paula Porto. Quem não adicionou, adicione e fique por dentro para os próximos sorteios. Pergunta de Marcia: após o procedimento de eletrolipólise, tem alguma reação?

S: Não. O que é comum ficar depois do procedimento, a cliente sentir o estímulo (formigamento) um tempo a mais, isso é coisa de 3 a 5 minutos. Ela pode continuar a sentir esse estímulo, mas nada além disso. Por exemplo, na introdução das agulhas pode acontecer de pegar um vasinho e ficar uma equimose, a única coisa que a gente indica é para que essa cliente não tome sol para não pigmentar a parte restante.

C: E a Marta pergunta: Com quais procedimentos podem ser associados à eletrolipólise?

S: Nós podemos associar desde uma lipocavitação como com uma carbox terapia simultaneamente, é excelente, porque no caso de você estar associando a eletrolipólise e a carbox terapia, estaremos potencializando o efeito de oxigenação e circulação sanguínea. Outro efeito importante, quando você une esses dois invasivos é que você tem uma analgesia provocada pela eletrolipólise, ou seja, a cliente sente pouco da carbox e você consegue trabalhar com fluxos maiores e o resultado é muito maior.

C: Daniela Lima está dizendo que farmacêutico também pode.

S: Pode? Daniela, obrigada.

C: A Adriana Lima falou que as clientes sentem uma diminuição da região abdominal, é normal?

S: Nós temos estudos dizendo que a partir da terceira sessão, nós já temos resultados de diminuição de gordura localizada com a eletrolipólise, eu acredito que sim. Só que, é bem legal falar aqui também. Se eu não diminuir meu consumo de carboidratos, açucares, frituras, eu sempre vou ter uma quantidade grande de triglicerídeo na corrente sanguínea, ou seja, eu nunca vou necessitar utilizar meu estoque, logo nunca vou conseguir perder. A orientação para esse cliente é de suma importância, deixar esse cliente informado de que se ele não tiver uma dieta hipocalórica em conjunto ao tratamento não terá resultado. Porque a partir do momento que a cliente vai a uma clínica de estética, ela está confiando que vai dar resultado. A avaliação é primordial, a partir do momento que você inspeciona e deixa essa cliente sabendo que tem que ter uma alimentação regrada, nós só não somos os melhores para indicar, faça uma parceria com uma nutricionista para ajuda-la de uma forma melhor, um tratamento multidisciplinar vai ajudar muito o resultado do nosso tratamento. Sem falar que no caso da atividade física vai potencializar também, a cliente pode chegar e perguntar, mas se eu vou fazer uma atividade física, porque eu vou fazer eletrolipólise? Porque se você reduz, se tem uma orientação alimentar, se você tem uma atividade física, você pode reparar, você pode perder de uma forma global, não só a região que você precisa. A partir do momento que você concilia a orientação alimentar, a atividade física e a estética, teremos o resultado.

C: Pergunta de Gilmara: A drenagem linfática é uma boa opção após a eletrolipólise?

S: Quando você tem o objetivo de reduzir aspecto de celulite, eu aconselho fazer a drenagem linfática após o eletrolipólise. Quando você quer reduzir gordura localizada, eu te aconselho utilizar corrente russa e no momento da introdução da corrente você pedir um movimento ativo para essa cliente, ou colocar na sua clínica uma plataforma vibratória, algo que tenha um trabalho aeróbico. Então são distintos, quero redução de gordura, eu vou associar a corrente russa ou aussie à atividade física, plataforma vibratória.  E quando eu quero diminuição de celulite eu vou trabalhar com sistema linfático, ou seja, drenagem linfática.

C: Lembrando que daqui a pouco teremos uma prática.

S: Com certeza.

C: Precisa mostrar na prática como funciona. O profissional que quer fazer a eletrolipólise precisa de uma qualificação extra ou na faculdade aprende?

S: Não aprende na faculdade. Eu digo que eletrolipólise, algumas formas de eletroterapia tem que ser treinado, tem que fazer curso particular, um treinamento extra.

C: Nem na pós-graduação eles não estão ensinando?

S: Como eu disse, é um procedimento ótimo que é esquecido e as pessoas não sabem o que estão perdendo em utiliza-lo. Se as pessoas pesquisarem os artigos verão a eficácia dos procedimentos da eletrolipólise sendo feita de forma invasiva, terão grandes ganhos.

C: Pergunta de Carla Martins: quantas vezes se faz o procedimento?

S: Isso tudo vai depender da sensibilidade dessa cliente, eu costumo fazer duas vezes por semana. O que eu costumo fazer? Quando você faz um tratamento e dá um intervalo grande, a resposta será diminuída. Se eu tenho a possibilidade de trabalhar de duas a três vezes na semana um protocolo de redução de medida, eu tenho efeitos muito melhores. Vai depender da disponibilidade da cliente também, mas nós que estamos traçando o plano de tratamento temos que induzir essa cliente a vir mais na clínica. A partir do momento que assessoramos essa cliente, contando o resultado final, ela terá um resultado muito melhor na redução de medidas.

C: Tem gente que está dizendo que aprendeu na pós-graduação.

S: Depende, é que a grade muda muito.

C: A Cristiane Melo ama a eletrolipólise associada à carbox terapia.

S: É excelente, somos duas.

C: E a Cristiane gostaria de saber sua opinião de eletrolipólise associada a ultrassom? Ela diz que faz e tem um resultado muito bom. Já teve uma cliente magra que perdeu 8 cm de abdômen em uma única sessão.

S: Muito bom, acredito que sim. No caso do ultrassom, terá um efeito diferente da eletrolipólise. No caso ele vai fluidificar essa gordura, então posso utiliza-lo antes e depois estimular a lipólise com a eletrolipólise invasiva com certeza terá bons resultados sim.

C: A Karina Salvador fica feliz em saber que as terapeutas interagem bem com as esteticistas.

S: Tem cliente para todo mundo, a partir do momento que a gente se unir, os resultados serão maiores.

C: Nosso tempo está acabando do primeiro bloco, mas dá tempo de fazer algumas perguntas e depois iremos para a prática. Estou ansioso por essa prática.

S: É o que eu falei, o pessoal fica com medo de realizar a eletrolipólise e eu quero mostrar que não é um bicho de sete cabeças e que vocês podem incluir nos protocolos e ter resultado. E esse é o foco. Hoje a maioria dos nossos clientes são clientes que buscam redução de medida, a partir do momento que você diversifica a quantidade de procedimentos que você pode oferecer para a sua cliente, melhor.

C: A Sheila Mello está perguntando se esse procedimento dói?

S: Como eu falei no começo. A cliente pode ficar assustada, porque elas vão utilizar agulha de acupuntura, são agulhas de até 12 cm, mas o único estímulo que ela vai sentir são estímulos de formigamento. É isso, só que essa corrente tem um período de acomodação, ou seja, vão aumentar a intensidade de acordo com o nível de sensibilidade dessa cliente, só que ela nunca pode não sentir dor. Eu tenho que aumentar até um ponto que ela não sinta dor, depois de uns 3 segundos a corrente vai acomodar, ou seja, ela não sente mais o estímulo, ai é o momento de aumentar a intensidade.

C: O pessoal está querendo ganhar. Uma última pergunta: A Fernanda quer saber se você utiliza a eletrolipólise depois da crio.

S: No pós-crio eu ainda não utilizei, mas eu acredito que tenha grandes efeitos também, pode fazer.

C: OK, vamos para o intervalo agora, fique ai, vamos para o intervalo preparar a maca e já entrar com o procedimento na volta.

C: Voltamos com o programa Estética na TV, vocês não estão me vendo, pois estou atrás das câmeras e vocês estão vendo aonde será aplicado a eletrolipólise. Você quer ir aplicando e falando dos efeitos fisiológicos?

S: Isso. Vou aplicando e depois falamos dos efeitos fisiológicos.

C: Vai narrando o que você está fazendo.

S: Primeira coisa, assepsia da região. Vamos trabalhar hoje o abdômen, que é a queixa principal das mulheres. Vou ensinar a colocação das agulhas que não é tão difícil quanto parece.

As agulhas são descartáveis, são de uso de acupuntura. Temos um tubo guia, o mandril, e vamos posicionar a agulha fazendo uma prega na pele, a partir do momento que eu faço essa prega, eu dou um estímulo nas células de merkel (células que temos na epiderme), ou seja, ela não vai sentir o estímulo da agulha. Dou um estímulo no mandril e coloco a agulha subcutaneamente. A distância entre as agulhas é no máximo de 5 cm, não vamos aplicar na linha alba (linha do umbigo). A quantidade de agulhas será de acordo com a quantidade de gordura que será removida, então se eu tenho gorduras maiores, mais agulhas e se eu tenho menos, eu coloco menos canais. Geralmente as clientes falam que não sentem as agulhas é mais a prega quando você realiza. As agulhas tem que ficar entre as gorduras localizadas.

C: Quantas agulhas são?

S: Depende da quantidade de gordura, nesse caso eu vou utilizar três canais. Tem gente que fala que tem cliente que tem gordura mais compacta. Sabe o que você pode fazer antes? Faz a endermoterapia, que vai amolecer essa gordura e a gente consegue trabalhar melhor com a eletrolipólise.

Agora vamos colocar os canais, eles que irão emitir a corrente de baixa frequência e baixa intensidade, essa corrente pode iniciar de 5 hz até 100 hz. Cada hertz com a sua finalidade, quando eu quiser diminuir a resistência, vamos pensar em uma celulite inflamatória. A celulite inflamatória tem um grau 3, 4. Ela tem um nível de dor grande e tem um processo inflamatório grande também, então se eu conseguir diminuir a intensidade dolorosa da cliente, eu vou conseguir realizar nas próximas sessões uma eletrolipólise com frequência maior.  Quando eu utilizo uma frequência de 10 a 15 hertz, eu consigo trabalhar a derme. Quando eu trabalho a derme, eu estimulo o sistema linfático e a corrente sanguínea, tem um estímulo maior para a celulite.  E para a gordura localizada eu vou estimular diretamente o adiposto, ou seja, vou ter que trabalhar com frequências maiores. Aqui eu posicionei, eu fechei o campo, ou seja, temos três canais circundando as gorduras. Eu vou ligar a corrente e a cliente vai sentir um estímulo de formigamento e um leve aquecimento no local. Só que sensibilidade é subjetivo, cada um tem sua sensibilidade, sua dor e sua reação. A partir do momento que a cliente parou de sentir os estímulos é hora de aumentar a intensidade dessa corrente.

C: Agora deixa eu fazer uma pergunta: porque você está sem luvas? Ela está sem luvas, porque ela estava dando a entrevista e a gente está falando só para profissionais e todo profissional sabe que tem que estar de luva. Sempre que a gente grava um protocolo e a pessoa está sem luva, não quer dizer que tem que fazer sem luva, todo mundo já sabe que tem que fazer com luva.

Agora vamos falar dos efeitos fisiológicos? Você agora vai ligar o aparelho?

S: Posso falar dos efeitos fisiológicos?

C: Antes deixa eu dar um lembrete, não estamos ensinando ninguém a fazer na clínica, tem que fazer o curso e aprender, só estamos demonstrando e mostrando as possibilidades. E agora vamos falar dos efeitos fisiológicos, são quantos?

S: São quatro. O primeiro seria o efeito joule, a partir do momento que eu tenho a corrente circundando a região, eu tenho um aumento de temperatura, e quando eu tenho esse aumento de temperatura, eu tenho vasodilatação como consequência. Aumentando o calibre do vaso, eu tenho maior oxigenação para as células, maior nutrição e como consequência principal aumento do metabolismo. Se eu tenho metabolismo ativado, eu vou receber melhor a terapia e qualquer outra terapia associada. Esse seria o efeito joule, um dos principais efeitos da eletrolipólise.

Segundo nós temos como consequência do efeito joule, o efeito circulatório. A partir do momento que eu tenho um aumento do estímulo, eu tenho um aumento da temperatura local, tenho vasodilatação e eu consigo trabalhar também estimulação de circulação sanguínea e o sistema linfático. Então esse efeito seria uma justificativa de trabalhar celulite também.

O terceiro efeito seria o efeito eletrolítico. A partir do momento que eu tenho uma corrente eireli, a eletrolipólise funcionando, eu vou gerar um campo elétrico. Esse campo elétrico vai trazer modificação iônica, ou seja, eu vou mudar a polaridade da célula e a célula para manter a sua polaridade normal vai realizar um trabalho que vai consumir energia, ou seja, eu tenho maior probabilidade de queimar o meu estoque. Lembrando que eu tenho que ter um consumo menor para eu conseguir diminuir o estoque.

O último efeito fisiológico, todos eles induzem a lipólise, mas o quarto eu costumo falar que poucos procedimentos ou nenhum têm esse efeito. Nós temos o efeito neuro-hormonal, ou seja, a partir do momento que eu uso uma corrente de baixa frequência, eu tenho estimulação do sistema nervoso simpático. Eu tenho a estimulação do sistema nervoso através da eliminação de catecolaminas. As catecolaminas são os hormônios: a adrenalina e a noradrenalina. E a estimulação de liberação de ALB cíclico, o que seria? Seria um nucleotídio que vai enviar mensagens dizendo que está sendo estimulado por hormônio. Consequentemente eu tenho maior chance de tirar esse triglicerídeo de dentro do adiposto e mandar ele para a corrente sanguínea. Se ele está na corrente sanguínea, eu tenho maior chance de eliminar.

C: Pergunta mais recorrente é sobre quem pode aplicar.

S: Quando falamos de procedimento minimamente invasivo, nós temos que tomar o cuidado. Hoje quem pode? Fisioterapeuta, biomédico, farmacêuticos, ou se você é um esteticista que trabalha na clínica, onde você tem um respaldo de um médico, fisioterapeuta e você tem esse curso, você pode atender.

C: Sempre com respaldo.

S: Sempre com respaldo.

C: E se agora for esteticista sozinha, pode utilizar?

S: Pode utilizar com eletrodo de silicone, que é de forma não invasiva.

C: Você tem o eletrodo para mostrar?

S: Eu não tenho.

C: Vamos mostrar o equipamento que o pessoal pode querer comprar na Shopfisio. É o Neurodyn da Ibramed. Qual corrente você está utilizando?

S: Corrente aussie com 4 de frequência e 4 miliamperes.

C: Esse equipamento Neurodyn, tem quantas funções?

S: Dez canais, nós conseguimos trabalhar drenagem mecânica, conseguimos trabalhar corrente russa, aussie, ou seja, eletroestimulação, a eletrolipólise.

C: Legal, muito bom. Estão perguntando se enfermeiro com pós em estética pode aplicar?

S: Acredito que sim por trabalhar com tratamentos invasivos.

C: Tem mais alguma colocação que você queira falar? Eu quero que você dê seus contatos.

S: Como eu falei, é um procedimento meio esquecido, então não vamos bater na mesma tecla. Vamos fazer um tratamento personalizado, o que é bom para uma cliente, não é bom para outra. Hoje eu vim falar da eletrolipólise, mas eu sou super a favor de uma avaliação bem feita, bem minuciosa onde se investiga o cliente para traçar o melhor plano de tratamento.

C: Enquanto eu vou falar os ganhadores do kit Riquezas do Brasil e do cosmético da Paula Porto, eu queria que você desse seus contatos.

S: Instagram: @doutora.samira_santos; Facebook: www.facebook.com/samirasantos; e-mail: doutorasamira.estetica@gmail.com.

C: Queria agradecer a sua vinda.

S: Eu que agradeço, me sinto muito honrada, como eu já disse, aguardo o seu novo convite.

C: Sim, com certeza.

S: Muito agradecida, só isso que eu tenho para dizer.

C: Ótimo. O programa foi dez, o pessoal curtiu bastante.

S: Eu acredito que a partir do momento que você trabalha com conhecimento e amor, não tem como não dar resultado. Eu procuro estudar bastante, procuro me informar bem e amor é o que eu tenho pela minha área e pelas pessoas.

C: Agradeço muito, semana que vem tem mais o programa Estética na TV. Até lá!

Pin It on Pinterest

Share This